A IMPORTÂNCIA DO ACABAMENTO E POLIMENTO APÓS PROCEDIMENTO RESTAURADOR: REVISÃO DE LITERATURA

  • Amanda Santana Camargos Faculdade Patos de Minas
  • Mariana Dias Vieira Faculdade Patos de Minas
  • Lia Dietrich Faculdade Patos de Minas
  • Camila Ferreira Silva Universidade Federal de Uberlândia
  • Paulo César Freitas Santos-Filho Universidade Federal de Uberlândia
  • Victor Mota Martins Faculdade Patos de Minas - FPM

Resumo

O acabamento e o polimento das resinas compostas são procedimentos que servem para remover os excessos grosseiros da restauração, proporcionando uma anatomia melhor e fornecendo um aspecto mais natural ao elemento. É imprescindível uma restauração de forma satisfatória para facilitar no processo do acabamento e polimento. O polimento tem a finalidade de diminuir a rugosidade, deixando a superfície mais lisa, consequentemente diminui o acúmulo de placa e proporciona uma superfície mais próxima ao esmalte dentário, e desta maneira prolonga a vida útil da mesma. O objetivo deste trabalho é realizar uma revisão de literatura sobre a importância do acabamento e polimento. Foi realizada uma busca na literatura, nas bases de dados Cielo/ Lilacs/ Bireme/ Medline/ Pubmed no período de 1986 a 2017, utilizando as seguintes palavras-chave: “acabamento e polimento” “resina composta”,” finishing and polishing”, nos idiomas português e inglês. Dos trabalhos encontrados, 17 foram utilizados para esta revisão de literatura narrativa. É possível realizar o acabamento e polimento em momentos distintos, o imediato, efetuado na mesma sessão em que a restauração foi confeccionada, ou tardio, de 24 a 48 horas ou em até 7 dias posteriormente à realização da restauração. Ambas técnicas possuem resultados similares, entretanto cada técnica tem sua peculiaridade. 

 

Publicado
28-01-2022
Como Citar
Camargos, A., Vieira, M., Dietrich, L., Silva, C., Santos-Filho, P. C., & Martins, V. ( ). A IMPORTÂNCIA DO ACABAMENTO E POLIMENTO APÓS PROCEDIMENTO RESTAURADOR: REVISÃO DE LITERATURA. Revista De Odontologia Contemporânea, 2(1), 1-9. Recuperado de https://rocfpm.com/index.php/revista/article/view/76