Propriedades físicas de diferentes cerâmicas odontológicas submetidas a diferentes bebidas

  • Marcelya Chrystian Moura Rocha Faculdade São Leopoldo Mandic
  • Rafael Pino Vitti Faculdade São Leopoldo Mandic
  • Milton Edson Miranda Faculdade São Leopoldo Mandic
Palavras-chave: Propriedades físicas, Bebidas ácidas, Cerâmicas

Resumo

Objetivo: avaliar in vitro os efeitos de diferentes bebidas ácidas de uso comum nas propriedades físicas (rugosidade, dureza e cor) de três diferentes cerâmicas odontológicas (feldspáticas, reforçada por dissilicato de lítio e zircônia). Metodologia: Quarenta e oito amostras foram confeccionadas de cada material com dimensões de 5mm de altura x 5mm de largura x 0,6mm de espessura. Após lavagem e secagem das amostras, a rugosidade, dureza e cor das amostras foram aferidas e em seguida, divididas em seis grupos, aleatoriamente, com base nas bebidas testadas (n=5): CF - café; VT - vinho tinto; EN - energético; SL - suco de laranja; e RC - refrigerante à base de cola. . As amostras ficaram imersas nas bebidas por 9 dias em estufa a 37ºC, intercaladas com o armazenamento em saliva artificial a cada 24 horas, totalizando 18 dias de imersão. Após esse período as amostras foram submetidas novamente à lavagem e secagem para aferição final. Resultados: Os valores de dureza, rugosidade e cor das cerâmicas estudadas demonstraram diferenças estatisticamente significativas entre elas, no pré e pós manchamento. As bebidas também apresentaram diferenças nos valores das propriedades físicas para todas as cerâmicas. Conclusão:  Concluiu-se que as bebidas ácidas testadas possuem efeito de degradação permanente sobre os materiais cerâmicos (Feldspática, Dissilicato de Lítio e Zircônia) no período testado.

Publicado
27-12-2021
Como Citar
Rocha, M. C. M., Vitti, R. P., & Miranda, M. E. (2021). Propriedades físicas de diferentes cerâmicas odontológicas submetidas a diferentes bebidas. Revista De Odontologia Contemporânea, 5(1 Supl 2), 41. https://doi.org/10.31991/v5n1sup22021ceramicas