INFLUÊNCIA DA DIABETES NA IMPLANTODONTIA

  • Evelyn Glauce Freitas Faculdade Patos de Minas - FPM
  • Rennan Heringer Amorim Faculdade Patos de Minas - FPM
  • Lia Dietrich Faculdade Patos de Minas - FPM https://orcid.org/0000-0001-7887-8591
  • Marcelo Dias Moreira de Assis Costa Faculdade Patos de Minas - FPM
  • Júnia Maria de Parsia Gontijo Faculdade Patos de Minas - FPM
  • Gisele Rodrigues da Silva Faculdade Patos de Minas - FPM
  • Gustavo Ribeiro Gontijo Faculdade Patos de Minas - FPM
Palavras-chave: Diabetes mellitus, Implantes dentários, Reabilitação oral

Resumo

O tratamento com implantes osseointegrados é hoje uma das melhores maneiras de se reabilitar pacientes edêntulos parciais e totais. Este processo tem se mostrado previsível em pacientes considerados saudáveis. Porém, doenças sistêmicas como a diabetes mellitus podem trazer questionamentos diante da osseointegração requerida neste processo durante a fase de cicatrização, formação e remodelamento ósseo. Sendo assim, a diabetes passa a ser uma condição sistêmica considerada importante, requer devidas considerações, atenções e controle, mas não é uma contraindicação absoluta para a colocação de implantes dentários. Assim, este trabalho visa fazer uma revisão de literatura pertinente sobre a influência da diabetes na Implantodontia.

Publicado
11-02-2020
Como Citar
Freitas, E., Amorim, R., Dietrich, L., Costa, M., Gontijo, J., Silva, G., & Gontijo, G. (2020). INFLUÊNCIA DA DIABETES NA IMPLANTODONTIA. Revista De Odontologia Contemporânea, 4(1), 27-41. https://doi.org/10.31991/v4n12020rocdiabetes