Mucosite oral em pacientes em radioterapia na região de cabeça e pescoço e/ou quimioterapia

  • Ilka Lauanny Faculdade de patos de Minas
  • Alessandra Soares de Queiroz
  • Ingrid Melo Silva
  • Cizelene do Carmo Faleiros Veloso Guedes
Palavras-chave: Mucosite Oral, Quimioterapia, Radioterapia

Resumo

Introdução: O câncer bucal é uma neoplasia maligna que tem como forma de tratamento a cirurgia, radioterapia, quimioterapia ou associação de ambas, o que pode trazer efeitos colaterais decorrentes do tratamento antineoplásico, dentre eles a mucosite oral, que é uma inflamação da mucosa que apresenta clinicamente com áreas eritematosas e ulceradas bastante dolorosas, que podem ser classificadas em grau de zero a quatro. Objetivo: Conhecer sobre a mucosite oral e os meios de prevenção e tratamento da mesma. Metodologia: Foram pesquisadas revisões de literatura nas bases de dados da Scielo e Google Acadêmico nos anos de 2010 e 2018. Conclusão: Praticamente todos os pacientes radiados na região de cabeça e pescoço e/ou recebendo altas doses de quimioterapia podem apresentar a mucosite oral e é de grande importância o cirurgião dentista no diagnóstico, prevenção e tratamento da mesma, a fim de oferecer melhor qualidade de vida aos pacientes oncológicos.

Publicado
20-07-2019
Como Citar
Lauanny, I., Queiroz, A., Silva, I., & Guedes, C. (2019). Mucosite oral em pacientes em radioterapia na região de cabeça e pescoço e/ou quimioterapia. Revista De Odontologia Contemporânea, 3(1 Supl 1), 52. https://doi.org/10.31991/iiisdpbucalv3n1201950
Seção
Resumos ANAIS Simpósio de Detecção e Prevenção Câncer de Boca Noroeste Minas