Manifestação Clinica do Pênfigo Vulgar na Cavidade Bucal

Pênfigo Vulgar

  • Lucas Pereira BATISTA Faculdade Patos de Minas FPM
  • Lorena Marques Ulhoa BATISTA Faculdade Patos de Minas FPM
  • Lucas Melo Franco Santiago CARDOSO Faculdade Patos de Minas FPM
  • Roberto Wagner Lopes GÓES Faculdade Patos de Minas FPM
  • Aletheia Moraes ROCHA. Faculdade Patos de Minas FPM
Palavras-chave: Pênfigo Vulgar. Manifestações Orais. Tratamento.

Resumo

INTRODUÇÃO: O pênfigo vulgar é uma doença mucocutânea crônica de origem auto-imune, e a sua etiologia é desconhecida. A mucosa oral é o primeiro local acometimento pela doença, e suas manifestações bucais são caracterizadas por bolhas, erosões e ulcerações superficiais, de tamanhos variáveis, que se rompem facilmente. OBJETIVO: Este trabalho tem como objetivo abordar a importância do Cirurgião dentista no diagnóstico e no tratamento, visando um melhor prognóstico para o paciente e que se não tratado pode levar ao óbito. As bolhas acometem qualquer região da boca, sendo mucosa jugal, ventre de língua e gengiva sendo chamada de gengivite descamativa, são esses os locais mais atingidos. A faixa etária com maior índice da doença é em torno de 40 a 60 anos, não havendo nenhuma predileção por sexo, seu diagnóstico é dado pelas suas características clínicas, histopatológicas e imunológicas do paciente. O tratamento é feito por corticosteróides juntamente com os imunossupressores. METODOLOGIA: Para realizar esse trabalho foi feito uma revisão bibliográfica de artigos, encontrados no Google acadêmico, Scielo, nos anos de 2005 a 2018. CONCLUSÃO: Podemos concluir que o profissional da saúde deve estar atento, as manifestações orais para um diagnóstico preciso e rápido, favorecendo um prognostico melhor ao paciente.

Biografia do Autor

Lucas Pereira BATISTA, Faculdade Patos de Minas FPM

INTRODUÇÃO: O pênfigo vulgar é uma doença mucocutânea crônica de origem auto-imune, e a sua etiologia é desconhecida. A mucosa oral é o primeiro local acometimento pela doença, e suas manifestações bucais são caracterizadas por bolhas, erosões e ulcerações superficiais, de tamanhos variáveis, que se rompem facilmente. OBJETIVO: Este trabalho tem como objetivo abordar a importância do Cirurgião dentista no diagnóstico e no tratamento, visando um melhor prognóstico para o paciente e que se não tratado pode levar ao óbito. As bolhas acometem qualquer região da boca, sendo mucosa jugal, ventre de língua e gengiva sendo chamada de gengivite descamativa, são esses os locais mais atingidos. A faixa etária com maior índice da doença é em torno de 40 a 60 anos, não havendo nenhuma predileção por sexo, seu diagnóstico é dado pelas suas características clínicas, histopatológicas e imunológicas do paciente. O tratamento é feito por corticosteróides juntamente com os imunossupressores. METODOLOGIA: Para realizar esse trabalho foi feito uma revisão bibliográfica de artigos, encontrados no Google acadêmico, Scielo, nos anos de 2005 a 2018. CONCLUSÃO: Podemos concluir que o profissional da saúde deve estar atento, as manifestações orais para um diagnóstico preciso e rápido, favorecendo um prognostico melhor ao paciente.

Lorena Marques Ulhoa BATISTA, Faculdade Patos de Minas FPM

INTRODUÇÃO: O pênfigo vulgar é uma doença mucocutânea crônica de origem auto-imune, e a sua etiologia é desconhecida. A mucosa oral é o primeiro local acometimento pela doença, e suas manifestações bucais são caracterizadas por bolhas, erosões e ulcerações superficiais, de tamanhos variáveis, que se rompem facilmente. OBJETIVO: Este trabalho tem como objetivo abordar a importância do Cirurgião dentista no diagnóstico e no tratamento, visando um melhor prognóstico para o paciente e que se não tratado pode levar ao óbito. As bolhas acometem qualquer região da boca, sendo mucosa jugal, ventre de língua e gengiva sendo chamada de gengivite descamativa, são esses os locais mais atingidos. A faixa etária com maior índice da doença é em torno de 40 a 60 anos, não havendo nenhuma predileção por sexo, seu diagnóstico é dado pelas suas características clínicas, histopatológicas e imunológicas do paciente. O tratamento é feito por corticosteróides juntamente com os imunossupressores. METODOLOGIA: Para realizar esse trabalho foi feito uma revisão bibliográfica de artigos, encontrados no Google acadêmico, Scielo, nos anos de 2005 a 2018. CONCLUSÃO: Podemos concluir que o profissional da saúde deve estar atento, as manifestações orais para um diagnóstico preciso e rápido, favorecendo um prognostico melhor ao paciente.

Lucas Melo Franco Santiago CARDOSO, Faculdade Patos de Minas FPM

INTRODUÇÃO: O pênfigo vulgar é uma doença mucocutânea crônica de origem auto-imune, e a sua etiologia é desconhecida. A mucosa oral é o primeiro local acometimento pela doença, e suas manifestações bucais são caracterizadas por bolhas, erosões e ulcerações superficiais, de tamanhos variáveis, que se rompem facilmente. OBJETIVO: Este trabalho tem como objetivo abordar a importância do Cirurgião dentista no diagnóstico e no tratamento, visando um melhor prognóstico para o paciente e que se não tratado pode levar ao óbito. As bolhas acometem qualquer região da boca, sendo mucosa jugal, ventre de língua e gengiva sendo chamada de gengivite descamativa, são esses os locais mais atingidos. A faixa etária com maior índice da doença é em torno de 40 a 60 anos, não havendo nenhuma predileção por sexo, seu diagnóstico é dado pelas suas características clínicas, histopatológicas e imunológicas do paciente. O tratamento é feito por corticosteróides juntamente com os imunossupressores. METODOLOGIA: Para realizar esse trabalho foi feito uma revisão bibliográfica de artigos, encontrados no Google acadêmico, Scielo, nos anos de 2005 a 2018. CONCLUSÃO: Podemos concluir que o profissional da saúde deve estar atento, as manifestações orais para um diagnóstico preciso e rápido, favorecendo um prognostico melhor ao paciente.

 

Roberto Wagner Lopes GÓES, Faculdade Patos de Minas FPM

INTRODUÇÃO: O pênfigo vulgar é uma doença mucocutânea crônica de origem auto-imune, e a sua etiologia é desconhecida. A mucosa oral é o primeiro local acometimento pela doença, e suas manifestações bucais são caracterizadas por bolhas, erosões e ulcerações superficiais, de tamanhos variáveis, que se rompem facilmente. OBJETIVO: Este trabalho tem como objetivo abordar a importância do Cirurgião dentista no diagnóstico e no tratamento, visando um melhor prognóstico para o paciente e que se não tratado pode levar ao óbito. As bolhas acometem qualquer região da boca, sendo mucosa jugal, ventre de língua e gengiva sendo chamada de gengivite descamativa, são esses os locais mais atingidos. A faixa etária com maior índice da doença é em torno de 40 a 60 anos, não havendo nenhuma predileção por sexo, seu diagnóstico é dado pelas suas características clínicas, histopatológicas e imunológicas do paciente. O tratamento é feito por corticosteróides juntamente com os imunossupressores. METODOLOGIA: Para realizar esse trabalho foi feito uma revisão bibliográfica de artigos, encontrados no Google acadêmico, Scielo, nos anos de 2005 a 2018. CONCLUSÃO: Podemos concluir que o profissional da saúde deve estar atento, as manifestações orais para um diagnóstico preciso e rápido, favorecendo um prognostico melhor ao paciente.

Aletheia Moraes ROCHA., Faculdade Patos de Minas FPM

INTRODUÇÃO: O pênfigo vulgar é uma doença mucocutânea crônica de origem auto-imune, e a sua etiologia é desconhecida. A mucosa oral é o primeiro local acometimento pela doença, e suas manifestações bucais são caracterizadas por bolhas, erosões e ulcerações superficiais, de tamanhos variáveis, que se rompem facilmente. OBJETIVO: Este trabalho tem como objetivo abordar a importância do Cirurgião dentista no diagnóstico e no tratamento, visando um melhor prognóstico para o paciente e que se não tratado pode levar ao óbito. As bolhas acometem qualquer região da boca, sendo mucosa jugal, ventre de língua e gengiva sendo chamada de gengivite descamativa, são esses os locais mais atingidos. A faixa etária com maior índice da doença é em torno de 40 a 60 anos, não havendo nenhuma predileção por sexo, seu diagnóstico é dado pelas suas características clínicas, histopatológicas e imunológicas do paciente. O tratamento é feito por corticosteróides juntamente com os imunossupressores. METODOLOGIA: Para realizar esse trabalho foi feito uma revisão bibliográfica de artigos, encontrados no Google acadêmico, Scielo, nos anos de 2005 a 2018. CONCLUSÃO: Podemos concluir que o profissional da saúde deve estar atento, as manifestações orais para um diagnóstico preciso e rápido, favorecendo um prognostico melhor ao paciente.

 

Publicado
21-07-2019
Como Citar
BATISTA, L., BATISTA, L., CARDOSO, L., GÓES, R., & ROCHA., A. (2019). Manifestação Clinica do Pênfigo Vulgar na Cavidade Bucal. Revista De Odontologia Contemporânea, 3(1 Supl 1), 44. https://doi.org/10.31991/iiisdpbucalv3n1201944
Seção
Resumos ANAIS Simpósio de Detecção e Prevenção Câncer de Boca Noroeste Minas