Xerostomia e estomatite aftosa induzidas pelo estresse

  • Débora Araújo Morais Faculdade Patos de Minas
  • Amanda Mickaelly Silva
  • Iury Diniz Flores
  • Mayra Maria Coury de França
Palavras-chave: cavidade bucal, estresse psicológico, estomatite aftosa

Resumo

INTRODUÇÃO: A cavidade bucal é sede de uma diversidade de patologias, de caráter multifatorial, no qual o estresse representa um aspecto importante a ser considerado. O estresse caracteriza-se como uma resposta do organismo a agressões de ordem física, psíquica e infecciosa capazes de perturbar seu equilíbrio. OBJETIVO: Compreender sobre o tema para que se faça o melhor diagnóstico e prevenção de algumas lesões na cavidade bucal como a xerostomia e estomatite aftosa. METODOLOGIA: Foram executados um levantamento bibliográfico em sites como Scielo, Lilacs, Google Acadêmico, referentes ao assunto abordado; foram selecionados artigos do ano 2008 a 2018. CONCLUSÃO: O excesso de estresse pode influenciar no comprometimento da homeostasia, tornando o indivíduo susceptível ao desenvolvimento de xerostomia e da estomatite aftosa. É necessário enfatizar para o cirurgião-dentista que fatores emocionais podem influenciar no aparecimento de algumas lesões bucais, portanto se faz necessário à compreensão deste para um diagnóstico mais preciso e um tratamento individualizado, devolvendo a saúde do paciente. 

Publicado
21-07-2019
Como Citar
Morais, D., Silva, A., Flores, I., & França, M. (2019). Xerostomia e estomatite aftosa induzidas pelo estresse. Revista De Odontologia Contemporânea, 3(1 Supl 1), 67. https://doi.org/10.31991/iiisdpbucalv3n1201967
Seção
Resumos ANAIS Simpósio de Detecção e Prevenção Câncer de Boca Noroeste Minas